Empresas em Crescimento

Com a gestão financeira INCO os alicerces de seu crescimento serão sólidos. Trabalhamos para gerir os riscos e otimizar o capital para que nossos clientes aproveitem ao máximo as oportunidades.

Como sabemos, quanto mais complexa a cadeia de valor, mais difícil é a gestão financeira (Leia: Gestão financeira: diferenças entre startups, serviços, comércio e indústria). Para o empreendedor brasileiro o crescimento é sinônimo de risco, pois a escassez e o altíssimo custo de capital podem corroer o lucro e a liquidez mesmo sob faturamento crescente. Infelizmente a maioria das microempresas e empreendedores não possui o conhecimento técnico, as ferramentas, as tecnologias e os sistemas necessários para gerir adequadamente seu capital. Em diversas companhias, sequer a necessidade de capital de giro (NGC) é conhecida! Logo, não é surpresa que os empreendimentos recentes caiam logo após um período de crescimento no faturamento.

Investir na gestão financeira INCO durante projetos de crescimento vale cada centavo, pois o prejuízo gerado por um castelo de cartas pode vir a ser fatal. Trabalhamos para analisar e informar os gestores acerca do comportamento do capital no negócio. Implantamos diversos elementos de controladoria e gestão financeira para que não se caia em situações clássicas como, por exemplo, o efeito tesoura.

O mau uso do capital também está sob a sombra do déficit técnico nos departamentos financeiros. Não é possível avaliar a qualidade da aplicação do capital quando o trabalho se limita a manter as contas em dia e manter o fluxo de caixa positivo. Estoques mal dimensionados, contratos não lucrativos e imobilizações temerárias são exemplos de má aplicação de recursos que podem passar despercebidas e comprometer rapidamente a liquidez. (Leia: Como quebrar um ótimo negócio) Quando isso acontece é necessário buscar mais capital no mercado e pode surgir um ciclo vicioso.

Determinamos corretamente a necessidade de capital e extraímos dos dados o real rendimento na campanha de crescimento. Respondemos também até onde é possível ir com os atuais recursos, ou seja, até que ponto o crescimento é sustentável. Com tais medidas reduz-se a dependência de capitais de terceiros na fase de crescimento da instituição.

Mesmo que partamos de uma boa gestão financeira, para aproveitar e atender a demanda do mercado, especialmente em segmentos de ruptura como TI, pode ser necessário buscar capital de terceiros recorrentemente. Aportes de capital obtidos de ventures, anjos e fundos fazem a diferença entre viabilizar um projeto em larga escala e perder o timing da oportunidade (Leia: Bancos são sua única opção de financiamento?).

Análises financeiras mensais e trimestrais, elaboradas dentro dos padrões financeiros e contábeis, ajudam na captação de recursos, pois terão mais respaldo diante de investidores e futuros sócios. Nosso trabalho também permite aos investidores manter uma visão pragmática sobre o resultado de seu aporte e sobre a mensuração dos rendimentos.